Mais de 73% dos blumenauenses confiam na urna eletrônica, mostra pesquisa

Por Morgana Kloth e Gabriel Menezes

Mais de 73% dos blumenauenses confiam na urna eletrônica, enquanto 24,2% dizem não confiar. Isto é o que diz a pesquisa realizada pelos alunos da 3ª fase de jornalismo da Furb por meio do Projeto Focus (saiba mais sobre a pesquisa ao fim do texto).

Com toda a discussão que se tem tido acerca da seguridade da urna nos últimos anos, esta pesquisa traz uma perspectiva positiva para as eleições de 2022. O chefe da 88ª Zona Eleitoral de Blumenau, Ricardo de Sousa, afirma que a urna eletrônica é segura e, por não ter conexão com a internet, não permite nenhuma forma de manipulação ou invasão no dia da eleição.

São realizadas diversas auditorias de verificação da integridade do sistema, sendo as últimas realizadas 15 dias antes, na véspera e no dia da eleição. “A Justiça Eleitoral convoca e convida todos os partidos políticos, assim como a sociedade, para participar dessas auditorias e verificar os resultados na sequência”, explica Ricardo.

As urnas eletrônicas que irão para a sessão eleitoral, são sorteadas aleatoriamente e nelas são simuladas votações eletrônicas e em cédulas. Todos os votos depositados eletronicamente na urna também são depositados em cédula. No final do dia, é finalizada essa eleição paralela, momento em que é feita a contabilidade virtual da urna e a contabilidade manual, mostrando que o resultado eletrônico e o de papel são os mesmos.

“O eleitor pode ir tranquilamente votar. O voto é seguro, não tem alteração nenhuma. Aquilo que o eleitor deposita na urna é aquilo que sai no resultado”, completa Ricardo.

Não deixe de votar

O voto é a garantia da democracia, é por meio dele que o cidadão se posiciona politicamente, escolhendo quem ele quer que o represente nos 4 anos seguintes. De acordo com a pesquisa feita pelo Projeto Focus, 93,2% dos entrevistados pretendem votar nas eleições de 2022.

Para quem tem 18 anos, o voto é obrigatório, enquanto as pessoas de 16 e 17 anos têm o seu voto facultativo. Para votar, o cidadão deve ter o título de eleitor  devidamente regularizado.

“O título eleitoral é o passaporte para a pessoa se tornar cidadão, realizando então seu alistamento eleitoral. É a porta de entrada para todos os serviços públicos e para inclusão social da pessoa em se tornar um eleitor cidadão”, ressalta o chefe da 88ª Zona Eleitoral de Blumenau.

Como posso votar?

Número de títulos cresce

Em preparação para as eleições de 2022, que irão ocorrer no dia 2 e 30 de outubro, mais de dois milhões de jovens em todo o Brasil tiraram, entre janeiro e abril, seus títulos de eleitor. Em Blumenau, o número de novos títulos chegou a 10,813 mil, entre dezembro de 2021 e junho de 2022.

“Esse aumento se deve ao fato de que o município de Blumenau está crescendo, segundo dados do IBGE. Em seis anos, tivemos um acréscimo de mais de 30 mil eleitores, cerca de 15% do eleitorado; a tendência é de que o número de novos títulos aumente em cada período de eleição”, comenta Ricardo.

Ações nacionalizadas como a Semana do Jovem Eleitor de 2022, colaboraram para o aumento no número de novos títulos, principalmente da faixa etária de 16 a 17 anos. Santa Catarina, tendo como base a campanha nacional, criou a hashtag #BoraVotar e realizou intensas ações em todo o território estadual para mobilizar os jovens a providenciarem seus títulos, inclusive em Blumenau, com atividades na escola E. E. B. Professor João Widemann.

“Santa Catarina apresentava um dos índices nacionais mais baixos do voto facultativo, da casa dos 16 a 17 anos, e hoje estamos superando esse número. O que antes poderia ser o estado com menor número, hoje está se tornando o estado com o maior número de jovens cadastrados como eleitores. Saindo da casa dos 15 mil para 75 mil jovens catarinenses, um ganho considerável”, afirma Ricardo.

Divulgação/SED SC

Outro fator que colaborou com o aumento no número de cadastros foi a possibilidade de realizá-los de forma online e sem a necessidade de registrar a biometria, por causa da pandemia da Covid-19, o que, de certa forma, fez com que fosse mais fácil a realização do cadastro do eleitor.

Desde 2020, no início da pandemia, a biometria foi suspensa. Porém, a previsão é de que a coleta biométrica volte a ser realizada após as eleições em outubro deste ano. O chefe do cartório esclarece que nenhum eleitor que tenha realizado o título, de forma remota ou presencialmente, sem ter tido a coleta biométrica, terá prejuízos ou pendências em seu cadastro e que poderá votar normalmente nestas eleições.

Regularização do Título

De acordo com a pesquisa do Projeto Focus, dos 3,6% entrevistados que informaram que não irão votar neste ano, 29,7% afirmam que acabaram não realizando ou regularizando o título em Blumenau.

Essas pessoas podem enfrentar dificuldades em solicitar a emissão de passaporte ou do cartão de identidade, bem como em inscrever-se em concurso público, renovar a matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino ou em obter empréstimos em caixas econômicas federais e estaduais.

Para quem perdeu o prazo, será preciso aguardar até 8 de novembro para regularizar a situação. A Legislação Eleitoral estabelece que o eleitor tem que estar em dia com seu título até 150 dias antes das eleições, prazo que se encerou dia 4 de maio.

“A Justiça Eleitoral precisa congelar os dados do eleitor para que eles não tenham nenhuma movimentação neste intervalo de tempo até as eleições, pois precisa preparar a logística da votação. Como a urna não é conectada à internet, as informações precisam estar dentro da urna; se o eleitor ficar transitando de local de votação para outro, não é possível preparar a logística”, explica Ricardo.

Não votei, e agora?

Quem não comparece às eleições e nem justifica sua falta, paga uma multa de R$ 3,50 por cada turno. “Quando se tem o voto obrigatório, se estabelece uma multa para que, de certa maneira, o cidadão se responsabilize por não votar, sendo, então, uma consequência imposta a ele”, observa o economista Wagner Alfredo Davila, professor da Universidade Regional de Blumenau (Furb) e titular da cadeira de Economia e finanças públicas.

A consulta para verificar a situação eleitoral pode ser feita por meio do nome do eleitor ou do número do título eleitoral, no site do tribunal.

É importante guardar os comprovantes das eleições; ele só é entregue no dia da votação e não há segunda via. Caso haja a perda do comprovante, é possível solicitar a certidão de quitação, documento capaz de comprovar que o eleitor se encontra em uma situação regular com a Justiça Eleitoral.

Pesquisa “Quem é você nas Eleições?”

A pesquisa realizada pelo Projeto Focus, juntamente com os alunos da 3ª fase de jornalismo da Furb,  procurou identificar alguns aspectos, padrões e nível de conhecimento da população de Blumenau e região em relação aos cenários político e eleitoral.

O levantamento de dados foi realizado entre maio e junho de 2022 e entrevistou 500 pessoas, com idade igual ou superior a 16 anos, através de questionário autopreenchível compartilhado pelo WhatsApp.

O índice de confiança é de 96% e a margem de erro é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Para baixar e saber mais sobre a pesquisa e sobre os resultados, acesse este link.

Sobre a Pesquisa

Realizada entre maio e junho de 2022, a pesquisa tem um índice de confiança de 96% e margem de erro de 4,4 pontos percentuais.

O instrumento de coleta de dados foi composto por 40 questões fechadas e aplicado em uma amostra de 500 pessoas. O perfil dos entrevistados é de blumenauenses com mais de 16 anos.

O estudo é uma iniciativa dos alunos do curso de Jornalismo da Furb por meio do projeto de Extensão Focus.

Links:
⦁ Projeto Focus
⦁ Auditorias
⦁ Site do TSE
⦁ Site do TRE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s