Ivan Naatz se diz “disposto a relatar tudo” após nome do deputado ser indicado para depor na CPI da Covid

Além do deputado que denunciou a compra de respiradores em Santa Catarina, o nome do Sargento Lima (PL) também foi indicado para ser chamado pelo senador Marcos Rogério

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) indicou dois deputados catarinenses para depor na CPI da Covid, comissão do Senado que segue trabalhando para investigar ações e omissões do governo federal durante a pandemia do novo coronavírus. Ivan Naatz (PL), um dos nomes citados pelo senador, disse que está aguardando a convocação. O outro nome indicado foi o do Sargento Lima (PL).

Naatz disse que está disposto a “abrir o jogo” sobre o que ocorreu em Santa Catarina durante a gestão da maior crise sanitária em mais de um século. “Estou disposto a relatar tudo o que aconteceu em Santa Catarina. Como alguém conseguiu roubar R$ 33 milhões do estado”, afirma.

A oficialização dos nomes dos deputados catarinenses como depoentes ainda não foi confirmada. Assim como o nome de Carlos Moisés (sem partido), governo do Estado, que também foi cogitado para ser chamado a depor na CPI da Covid. 

Entenda o caso dos “respiradores fantasmas

Os nomes de Ivan Naatz e do Sargento Lima para serem chamados na CPI do Senado foram justificados por serem, respectivamente, relator e presidente da CPI dos Respiradores instaurada em 2020 no Estado. A comissão trabalhou para investigar os R$ 33 milhões previstos para serem gastos na compra de equipamentos de saúde para Santa Catarina durante a pandemia de Covid-19.

Apesar de terem semelhanças – afinal, ambos tratam sobre medidas governamentais de enfrentamento da Covid-19 -, as CPIs do Senado e a que foi feita em Santa Catarina são independentes, como observa Ivan Naatz. Na visão do deputado estadual, um caso não deve interferir no outro, já que eles tratam de situações distintas.

Durante um pronunciamento do dia 25 de agosto, Ivan Naatz reforçou sua oposição a respeito do governo estadual e criticou um vídeo divulgado pelo governador Carlos Moisés nas redes sociais. Neste vídeo, Moisés dizia que seu governo tinha bloqueado a maior parte do valor pago adiantado para a compra dos produtos. Na ocasião, Naatz disse que todos os catarinenses estão sendo feitos de bobos porque o dito bloqueio era uma mentira.

Sobre a CPI da Covid-19
A CPI da Covid-19 é uma comissão temporária da Casa Legislativa que contém um pedido de investigação. Os integrantes da CPI são indicados pelos seus partidos. A CPI tem um prazo de duração de no máximo um ano.

Repórter: Gustavo Bruch Féo.
Editora: Gabriela Milena Bortolato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s