Instagram como plataforma de vendas: lives impulsionam resultado de lojas físicas

Diversos lojistas encaram o desafio das vendas durante a pandemia de COVID-19 optando por ampliar a presença nas redes sociais

Maria Luiza de Almeida Küster

Segundo dados do site Statista, em novembro de 2020 o Instagram contava com 82 milhões de usuários no Brasil. Este número coloca o país na terceira posição entre as nações com o maior número de contas cadastradas nesta rede social no mundo. Uma pesquisa da empresa de consultoria Kantar mostrou que WhatsApp, Facebook e Instagram tiveram um aumento de cerca de 40% no uso destes serviços por pessoas com menos de 35 anos de idade. 

Uma outra pesquisa, esta realizada em 2019 pela Ipsos, revelou que 85% dos entrevistados utilizam o Instagram para descobrir novos produtos. A mesma pesquisa apontou que 83% dos entrevistados já decidiram comprar um produto acessando essa rede social. Dados como estes incentivam as empresas, especialmente em uma época como a vivida em 2020, com a pandemia de COVID-19, a divulgar seus produtos e a realizar vendas por meio do Instagram. 

Novas marcas e lojas físicas investem suas fichas na rede social


Como o Instagram é uma plataforma gratuita e com muitos usuários, conforme os dados que citamos anteriormente, empreendedores de pequeno porte acabaram adotando esta rede social para divulgar seus produtos e comercializá-los. Em tempo de pandemia do novo coronavírus, usuários do Instagram puderam notar o surgimento de diversas lojas na rede social ao mesmo tempo em que viram diversas lojas físicas se reinventando e oferecendo seus produtos por este meio também.

Um exemplo dessa mudança de foco na busca pela venda dos produtos é que algumas lojas físicas aderiram à ideia das lives. Mas, no caso das lojas físicas que passaram a investir neste formato, as lives feitas no Instagram apresentam um formato diferente.

Lives com ofertas momentâneas na busca por maior engajamento


As lives feitas pelas empresas de pequeno porte no Instagram costumam ser apresentadas pela(o) proprietária(o) da loja que aproveita o espaço para divulgar ofertas momentâneas. A ideia é que as pessoas que estão acompanhando as lives demonstrem interesse por meio de comentários da live e que a primeira pessoa que se interessar por cada peça garanta sua compra. Durante a pandemia de COVID-19, foi possível identificar diversas lives nesse formato, com resultados positivos imediatos para os lojistas.

Segundo uma matéria no portal do Sebrae, o Instagram mostrou que 80% dos usuários seguem pelo menos o perfil de uma empresa. Um terço dos Stories mais assistidos são de perfis empresariais, e 60% dos usuários responderam que descobrem novos produtos por meio desta rede social.

Em Blumenau e região, algumas lojas que aderiram à esse formato das lives pelo Instagram foram a Divaliz Boutique, a Raissa Boutique e a Amor Maior, todas do segmento de vestuário e acessórios. Nas lives destas lojas foi possível identificar que o público participante interagiu, tirou dúvidas e acabou adquirindo algum produto, fazendo com que o objetivo das lives fosse alcançado pelos empreendedores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s