Adoção de animais durante a pandemia

ONGs de Blumenau registram aumento no número de abandonos ao mesmo tempo em que aumenta o número de adoções

Júlia Laurindo

Durante a fase de distanciamento social provocada pela pandemia de COVID-19, a solidão de uma casa vazia pode ser desanimadora. Para mudar essa situação, muitas famílias e pessoas que moravam sozinhas decidiram fazer uma adoção. Essas pessoas acreditam que a companhia de um cão ou gato pode amenizar a solitude e trazer mais alegria e descontração para o dia a dia. Ao mesmo tempo em que algumas ONGs que cuidam de animais abandonados registraram aumento no número de abandonos no período de crise causada pela pandemia, essas mesmas organizações registraram aumento na procura de animais para adoção. É o que acontece em Blumenau, segundo um dos abrigos da cidade que cuida de animais abandonados até que eles encontrem um novo lar.  O número maior de animais disponíveis para adoção, segundo esta entidade, reflete a dificuldade que alguns donos estão enfrentando durante a crise econômica causada pela pandemia. A saída, em alguns casos, está sendo a de achar um novo lar para o animal doméstico.  Por isso, a adoção é importante, ainda mais em momentos como esse, em que os abrigos precisam de ajuda e as pessoas que estão sozinhas em casa sentem-se tão sós.  

Mais tempo em casa pode significar mais tempo para os pets

 Com maior disponibilidade e tempo livre por trabalharem e estudarem de casa, os novos donos podem participar mais ativamente da adaptação dos pets ao novo ambiente, à nova rotina e também ajudar no treinamento destes animais. Mas também é importante pensar no período pós-pandemia, quando a rotina da casa voltar ao normal, para que os animais não voltem para as ruas.  Adotar um animal é um ato de amor, carinho e de extrema responsabilidade segundo as fontes das ONGs que cuidam de animais abandonados. Adotar um animal ajuda também a combater a violência e a exploração que os animais sofrem em criadores e canis irregulares. Ou seja, esta é uma ação que envolve responsabilidades e também gastos, por isso é preciso considerar alguns pontos e fazer uma adoção bem pensada e programada.

Confira cuidados com os pets para fazer uma doação responsável
 

  • Ao adotar um novo animalzinho, procure informações sobre a organização ou sobre a entidade na qual você está planejando em fazer a adoção;
  • Algumas adaptações poderão ser feitas no espaço da sua casa para garantir maior conforto e segurança para seu novo animal e também para sua família;
  • Fique atento a castração do seu animalzinho e também nos cuidados com a saúde e a higiene dele;
  • Por último, preste sempre atenção na alimentação e na hidratação de seu novo companheiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s