Casos de coronavírus aumentam em Blumenau perto das eleições

No próximo dia 15, quase 250 mil blumenauenses estarão aptos a exercer o poder do voto na cidade

Thiago Gomes

Na semana de 25 a 31 de outubro, Blumenau registrou quase mil novos casos de coronavírus. Esse número só não foi maior do que os números registrados no mês de julho e na primeira semana de agosto, período considerado o de pico da pandemia de COVID-19 no município até então. Em meio a este aumento no número de casos, no dia 15 de novembro cerca de 250 mil pessoas são esperadas nas zonas eleitorais e nos locais de votação da cidade para escolher os próximos vereadores e o prefeito ou prefeita que iniciará mandato em 2021.

Devido à pandemia da COVID-19, o pleito de 2020 chegou a ficar ameaçado mas, após serem estabelecidas medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus nos locais de votação, as eleições municipais foram mantidas. No mês de julho, quando a doença estava em crescimento em todo o país, foi definido o adiamento das eleições que, originalmente, seriam realizadas em outubro e que, com a mudança, passaram para novembro. No mesmo período, em Blumenau, os casos de coronavírus estavam em ascensão e o número de leitos de UTI na cidade eram escassos, forçando o fechamento do comércio na cidade.

Disputa eleitoral conta com 12 candidatos à prefeitura


Três meses após o pico da COVID-19 em Blumenau, os olhares estão voltados para a disputa eleitoral. Nas eleições municipais de 2020, 12 candidatas e candidatos disputam o cargo máximo da prefeitura.

As campanhas eleitorais, diferentemente do imaginado para um período de emergência de saúde pública, seguem com comícios presenciais, debates em estúdio, distribuição de santinhos pelas ruas e a participação de candidatos pedindo voto de maneira presencial em diversos locais.

No dia 3 de novembro, 200 pessoas testaram positivo para a doença na cidade, totalizando, até aquele dia, mais de 16 mil casos de COVID-19 em Blumenau desde o início da pandemia. A baixa ocupação das unidades de tratamento intensivo é o motivo pelo qual a prefeitura alega que não há necessidade de novas restrições na cidade. Porém, a luz amarela está acesa na cidade pouco antes das eleições porque a falsa impressão de que a situação está controlada faz com que a população relaxe nos cuidados em relação à disseminação do vírus.

Orientações e cuidados para o momento da votação


No dia 15 de novembro, quase 250 mil pessoas estarão aptas para comparecer nos pontos de votação para exercerem o seu direito ao voto na cidade. De acordo com o Plano de Segurança Sanitária para as eleições municipais de 2020, todas as seções eleitorais terão álcool em gel para limpeza das mãos dos eleitores antes e depois da votação. Além desta medida, os mesários irão receber máscaras, protetor facial e álcool em gel para a higienização das suas mãos. Outras medidas adotadas pelo dia são a exigência do uso de máscaras por parte dos eleitores e a manutenção do distanciamento social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s