Blumenau flexibiliza atividades ao passar para a matriz de risco de nível alto

Entre as permissões está a autorização da volta das atividades escolares no município

Júlia Laurindo

Blumenau e o Médio Vale do Itajaí passaram para a classificação de risco alto no mapa da COVID-19 de Santa Catarina. A informação foi divulgada pelo governo do Estado na sexta-feira, dia 2 de outubro, e mostra que o cenário de pandemia está melhorando na região. Por conta da nova classificação, alguns serviços podem ser flexibilizados e retomados.

Entre as permissões, está a volta das atividades escolares. As Secretaria da Educação e de Saúde  de Santa Catarina publicaram na terça-feira, dia 6, regras para a retomada do ensino presencial. Nas regiões com a cor laranja, classificadas como grave, no momento, estão autorizadas atividades de reforço pedagógico individualizado, com exigência de Plano de Contingência homologado.

O retorno das atividades deverá ser feito de forma gradativa, começando pelos alunos mais velhos, do ensino superior, ensino médio e assim por diante, com intervalos mínimos de sete dias entre a liberação de cada série. O espaço de tempo é importante para que seja monitorado o contágio da COVID-19 em cada estabelecimento, segundo o governo estadual.


Serão priorizados também os estudantes que não tiveram acesso às atividades escolares durante a suspensão de aulas presenciais. No entanto, na rede estadual as atividades remotas continuam e as aulas presenciais ocorrerão como reforço escolar.

As equipes de gestão municipal de Blumenau se reuniram na semana anterior à divulgação das regras para a retomada das aulas presenciais para definir os protocolos que serão adotados pelo município, mas aguardavam o novo documento estadual para validar o que foi proposto. A volta dos alunos não será obrigatória e os professores do grupo de risco seguem ministrando as aulas em casa.

Confira as medidas de flexibilização adotadas em Blumenau a partir do dia 03/10:

A Prefeitura Municipal de Blumenau divulgou no dia 02/10 as liberações anunciadas pela Portaria da Secretaria Estadual de Saúde nº 769. Confira as regras de funcionamento válidas com a cidade figurando no nível alto no Mapa de Risco de contágio da COVID-19 em Santa Catarina:

  • Academias de Ginástica, Musculação, Crossfit, Funcionais: Limitado a 70% da capacidade; Permitidos usuários do grupo de risco, inclusive idosos, desde que disponham de parecer médico liberando a atividade;
  • Bibliotecas: funcionamento com 1/3 da capacidade;
  • Casas noturnas, boates, casas de show, pubs e afins: funcionamento não está permitido;
  • Cinemas e teatros: funcionamento com 52% da capacidade;
  • Comércio de vestuário: prova de roupas está autorizada;
  • Eventos e competições esportivas privadas (CRED) e da FESPORTE: permitidas as modalidades sem contato direto, com contato direto e as modalidades coletivas; corridas de rua não estão permitidas; proibida a presença de público; treinos liberados;
  • Eventos como congressos, palestras, seminários e afins:

a) 50% em locais com capacidade de até 1.000 pessoas;

b) 40% em locais com capacidade de até 1.500 pessoas;

c) 30% em locais com capacidade acima de 1501 pessoas.

O município deve estar há quatro semanas com os casos de COVID 19 numericamente estáveis ou em decréscimo entre seus munícipes; A ocupação dos leitos COVID 19 na região não pode ultrapassar a 50% de ocupação nas duas semanas que antecedem o evento;

  • Eventos como feiras e exposições: limitado a 40% do espaço;
  • Eventos sociais como casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados, festas infantis e afins: limitado a 40% do espaço;
  • Futebol Recreativo: jogos liberados em todos os dias da semana.

Ficam proibidas:

a) a presença de acompanhantes dos jogadores;

b) o uso de churrasqueiras para confraternizações;

c) o uso de coletes que identificam os times;

d) a utilização de vestiários;

  • Hotéis, albergues, pensões, motéis e serviços de hotelaria em geral: limitado a 80% da capacidade;
  • Igrejas, Templos Religiosos e reuniões de cunho religioso: limitado a 70% da capacidade;
  • Museus: limitados a 1/3 da lotação;
  • Parques aquáticos: limitado a 50% da capacidade;
  • Shopping centers: sem restrição do horário de funcionamento e autorizado 100% da capacidade. 
  • Já a partir do dia 15 de outubro, espaços culturais da cidade voltarão a funcionar para algumas atividades. 
  • Mausoléu Dr. Blumenau: capacidade máxima 100 pessoas (não simultâneas), funcionamento de segunda a segunda, das 10h às 16h.
  • Museu de Arte: duas das cinco salas serão abertas, com controle de entrada, funcionamento de terça a domingo, das 10h às 16h.
  • Pequeno Auditório Edith Gaertner: disponibilizado para gravações de lives de artistas, com um grupo de no máximo 10 pessoas.
  • Museus:

Caça e Tiro – Itoupava Central: máximo de 50 pessoas, com agendamento e monitoramento.

Museu da Família Colonial: segue fechado para manutenção até o final do mês.

Museu de Hábitos e Costumes: segue fechado para manutenção até o final do mês.

Escola Número 1: atendimento normal;

  • CineArte: retorno previsto para 19 de outubro com sessões de no máximo 20 pessoas.
  • Banda Municipal – ensaios abertos no Espaço Elfy Eggert  a partir de 1º de novembro;
  • Ensaios de grupos de corais e congeneres – no Espaço Elfy Eggert (que é aberto) limitado até 50 pessoas a partir de 1º de novembro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s