Câmara de Vereadores aprova comercialização do queijo Kochkäse

Produção da iguaria alemã visando a comercialização deve seguir os parâmetros da regulamentação aprovada em Blumenau

Maria Luiza de Almeida Küster

Se você é morador da cidade de Blumenau e/ou é de origem alemã, com certeza já ouviu falar do Queijo Kochkäse. Em português, “Queijo Cozido” é produzido a partir queijo branco, que é esfarelado, salgado e fermentado, para depois ser cozido em frigideira ou panela. Por ser um queijo caseiro, você pode encontrar ele com diversas particularidades devido as diferentes tradições das famílias alemãs.

No dia 22 de setembro, a Câmara de Vereadores de Blumenau aprovou o projeto de lei que prevê a regulamentação de qualidade do queijo Kochkäse, podendo assim ser comercializado pelos diversos produtores catarinenses. Até o momento, o queijo não poderia ser comercializado devido a produção ser realizada com leite cru – modo tradicional.

No documento publicado, consta todo processo pelo qual o produtor deve fabricar o queijo. É importante que o produtor esteja registrado em um serviço de inspeção, seja municipal, estadual ou federal.

Família Schulze

Paulo Schulze, 57 anos, comenta que a tradição está na família há muito tempo, desde que era criança ele conhece o queijo. Nascido em Witmarsum, um município no oeste de Santa Catarina, com 3.601 habitantes (IBGE/2010), ele lembra da produção 100% caseira do queijo. Durante a entrevista, ele lembra que quem o ensinou foi a sua Oma Agatha Schulze desde ordenhar a vaca até o final do processo.

A produção da receita 100% original não pode ser comercializada, deve ser feita apenas para consumo próprio. Com o passar do tempo e por se tratar de um queijo que depende muito da produção leiteira, a tradição vem se dissolvendo entre as famílias, normalmente parando na geração do século XXI. Paulo comenta que sim, pretende passar a receita para filha, mas entende que morar em uma cidade urbana, não permitirá que a filha tenha as mesmas experiencias que ele.

Veja o projeto de lei na integra: clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s