Conheça uma nova alternativa para não deixar seu pet sozinho em casa

Creche para cachorros, em Blumenau, realiza diversas atividades durante o dia, para o animal não se sentir sozinho

Júlia Beatriz

As pessoas que possuem pets em casa precisam deixá-los sozinhos quando vão sair para trabalhar e passear. Apesar de ser algo comum, tanto os donos como os animais sentem falta nesse tempo. Pensando nisso, existem vários hotéis e creches para cachorros espalhados no Brasil inteiro.

Em Blumenau, a Creche Patinhas foi inaugurada no ano de 2010, com o intuito de fornecer um ambiente para que os cães pudessem passar o dia recebendo carinho e atenção, ao invés de ficarem sozinhos em casa. “A ideia surgiu em uma conversa entre dois amigos que trabalhavam na mesma empresa. Um deles,  que acabara de comprar um filhote de Lhasa, na época, e que não gostava de deixá-lo sozinho em casa durante o dia. O outro, que disse que em São Paulo haviam creches para cães. Então, tendo a necessidade de creche, na época foi pesquisado e não foi encontrada nenhuma creche para cães, em Blumenau”, explica o Sócio Proprietário, Alexandro Carvalho.

Foto: Divulgação

Os donos podem deixar seus animais durante o dia ou, em caso de viagens, por exemplo, o cães podem ficar hospedados na creche. O ambiente é totalmente adaptado, possuindo cinco pátios, áreas cobertas e entre as atividades realizadas estão: buscar biscoitos farejando dentro dos objetos, utilização de brinquedos desenvolvidos para trabalhar a mente e o físico, degustar sabores variados de alimentos, brincadeiras com água e piscina, entre outras.

Foto: Divulgação

A creche também oferece um serviço de transporte, buscando o cachorro de manhã e deixando em casa no final do dia. Mas, vale lembrar que para o animal frequentar a creche, existem algumas regras, como: passar por avaliação comportamental, vacinação em dia, machos acima de seis meses precisam estar castrados, o alimento deve ser disponibilizado pelo dono e as fêmeas não podem estar no cio. “Cães com necessidades especiais recebem uma atenção diferenciada, por exemplo, adaptação da brincadeira para deficientes físicos ou, ainda, medicação em horários variados (somente dentro do horário de atendimento) para aqueles que precisam”, conclui Alexandro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s