Exposição fotográfica em Blumenau dá visibilidade à comunidade transexual

Gregory Martins

Ocorreu na noite do dia 22 de novembro a abertura da exposição “Transgressão: Padrões Incomuns”, uma ação do coletivo Cidadania T que visa promover os direitos da comunidade transexual em Blumenau. A exposição foi montada no saguão do Bloco A da Universidade Regional de Blumenau (Furb) e é aberta a toda a comunidade.

Foram dois meses de trabalho árduo desde a concepção da ideia à exposição. Ao todo, 7 pessoas foram retratadas em fotografias que têm como ponto de partida editoriais de moda. “O que eu vejo nas revistas e editoriais é branco, magro, cis e higienizado. Eu pensei porque não pegar esse mesmo estilo, mas com esses corpos que a gente vê na rua e que estão aqui ao redor”, afirma Malu Fonseca, idealizadora da exposição e colaboradora do projeto Cidadania T. De acordo com o coletivo, todos os envolvidos na exposição são membros da comunidade LGBTI que colaboraram de forma voluntária para sua realização em favor da visibilidade trans. 

Foto: Lucas Buss, modelo da exposição.

“Eu entendo que esse projeto especificamente tem uma importância porque ele traz para o centro da cena, ou pelo menos para o centro desse lugar na universidade, a presença e a representação de pessoas que não estão circulando aqui. Então isso é uma forma de fazer visíveis aqueles que geralmente são invisíveis”, afirma Ruan Rosa, auxiliar administrativo da Divisão de Cultura da Furb. “O entendimento que a gente tem é que a gente está cumprindo nada mais do que o nosso dever e o nosso papel que é de criar agenciamentos, criar espaços para que essas narrativas que estão na cidade possam circular aqui dentro também, né?”, completa Ruan.

Foto: Ao som de “Geni e o Zepelim”, de Chico Buarque, a abertura da exposição também contou com a apresentação do bailarino e coreógrafo Rhuan Rodrigues. 

O saguão do Bloco A da Furb é um dos dez espaços culturais oferecidos pela universidade que recebe exposições, apresentações de teatro e música. Até o dia 15 de dezembro, os 80m² do espaço serão ocupados por cerca de 30 fotografias idealizadas pelo Cidadania T que, além de defender a saúde, a educação e a empregabilidade de pessoas transexuais no município, também alia as expressões artísticas e culturais em sua atuação.

“Minha maior realização nisso vai ser se um dia eu ver uma pessoa trans que ainda está se descobrindo, que ainda está tentando se entender ela vir aqui e ver que ela tem um espaço dentro da universidade”, afirma Malu Fonseca.

Serviço:
“Transgressão: Padrões Incomuns”
Data: 22/11 a 15/12 
Horário: Seg a sex 7h30 às 22h Sáb 8h às 17h 
Local: Furb – Saguão do Bloco A 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s